Transformação digital – 5 coisas que tornam o seu negócio diferenciado

A transformação digital é a nova fronteira para muitas empresas e negócios em todo o mundo. A propagação de novas tecnologias e o uso intenso dos meios digitais fez com que empresas adotassem uma nova abordagem estrutural, não apenas adquirindo novas ferramentas e recursos tecnológicos em seus processos ou adotando os termos da moda (como acesso remoto, computação em nuvem e Internet das coisas, por exemplo), mas ter a digitalização em sua abordagem de negócio, a fim de expandir a sua produtividade, integrar, otimizar e agilizar os processos de forma simplificada e entregar mais valor ao cliente, gerando assim maior lucratividade.

A transformação digital é um caminho sem volta e sobreviverão no mercado, de modo diferenciado, as empresas que já se preocupam em adotá-la desde já. Há muitas vantagens trazidas por esta nova abordagem, como novas formas de fazer negócios, novos meios de desenvolvimento de produtos e serviços, otimizar a experiência do cliente e auxiliar na tomada de decisões estratégicas.

Milhares de motivos para adotar a transformação digital

Há ainda muitos motivos para os gestores dedicarem atenção ao assunto, se ainda não o fizeram: atualmente, 43% do seu tempo útil o brasileiro passa conectado à internet, principalmente fazendo uso de redes sociais e através de dispositivos móveis – comprando, se relacionando, aprendendo, vendendo e realizando uma infinidade de atividades; há pelo menos 7 bilhões de dispositivos móveis em uso e 11 bilhões de coisas conectadas à internet todos os dias; ocorrem 17 bilhões de dólares em transações com cartão de crédito e 3,7 trilhões de dólares em transações de todos os tipos pela internet todos os dias; 90% do total dos dados armazenados no Mundo foram criados nos últimos 2 anos – estes dados foram divulgados recentemente pelo site da Sysorex – veja a pesquisa na íntegra aqui.

Estes dados apontam para um futuro ainda mais impressionante e digitalizado e para mercados mais dependentes de novas abordagens pautadas em tecnologias, a fim de tornar negócios e empresas ainda mais diferenciadas. Para entender melhor como a sua empresa poderá ser mais competitiva e estar à frente da concorrência em termos de transformação digital, veja a seguir cinco dicas!

1) Gestão do conhecimento

Se ainda a era da informação é muito falada e se o grande fluxo de dados ainda seja um desafio para a maioria das empresas, é preciso pensar na era do conhecimento e o que a empresa tem a ver com isso. A diferenciação no mercado não vem dos recursos tecnológicos de ponta (apesar de ser amplamente apoiada por eles) e nem dos dados obtidos pelas novas abordagens de mineração e gerenciamento de dados, mas sim dos novos conhecimentos que são gerados dentro das organizações, através de abordagens de gestão eficientes que integrem as esferas tecnológica, informativa, funcional, produtiva e de inovação.

2) Ferramentas eficientes na gestão da informação

Não se pode pensar em transformação digital sem mencionar os recursos tecnológicos e a capacidade de ampliar o alcance digital. Termos como Big Data, Machine Learning, Deep Learning, Internet das Coisas, entre outros, estão cada vez mais comuns nas rotinas das empresas, e não é por acaso. O que a sua empresa tem implementado em termos de transformação digital a fim do cliente perceber maior valor em seus produtos e serviços? Como os seus processos podem se beneficiar da transformação digital? Quais os recursos digitais que hoje poderiam expandir os seus resultados?

3) Gestão de alta performance e inovação

A gestão de alta performance é o novo paradigma em administração de negócios e que atende muito bem a necessidade de transformação digital. Mas não é só isso: apoiados pelo uso de novas tecnologias digitais, há aspectos deste novo paradigma que se destacam, como desenvolvimento lateral, gerenciamento de pessoas e formação de lideranças, investigação colaborativa, transformação organizacional, aprendizagem multilateral, etc. Veja que não se trata apenas de apostar em recursos digitais, mas na formação de um novo modelo de gestão.

4) O digital como um meio e não como um fim

Não basta adquirir os itens mais inovadores e fantásticos para otimizar os processos da sua empresa e nem gastar fortunas implementando tecnologias, uma vez que elas, por si só, não significam que a sua empresa esteja integrada à transformação digital. Os recursos digitais são um caminho para uma nova forma de fazer negócios e não meramente um fim. Como visto antes, a empresas da atualidade não são mais pautadas por suas aquisições ou pelo potencial material, mas por sua capacidade de inovar e gerar diferenciais através de novas abordagens de gestão de alta performance.

5) Plano estratégico consistente

A transformação digital exige um plano estratégico consistente. Talvez seja a hora de revê-lo em sua empresa. A ideia é criar um planejamento que utilize os recursos digitais e as tecnologias como um meio e não como um fim, como dito acima. Inovação, produtividade, diferenciação, competitividade, segurança, controle de ricos e outros aspectos para empreender e ter resultados em um mercado cada vez mais acirrado devem ser uma prática constante apoiadas pelos recursos tecnológicos.

Veja também: Nova economia exige que as empresas se transformem digitalmente

Gostou da matéria? O que a sua empresa anda desenvolvendo para implementar a transformação digital em seus processos? Deixe um comentário!

 

Deixe uma resposta